Um pouco sobre o Whiskey mais famoso do mundo

10428018_10200116405309835_2992187311523656889_n

Jack Daniel’s foi fundada em 1876 pelo destilador norte-americano Jack Daniel (Jasper Newton Daniel), com sede na cidade deLynchburg, Tennessee, Estados Unidos. Conhecido pelas garrafas quadrangulares de rótulo negro, é uma das bebidas mais vendidos no mundo. Entre os whiskeys, é classificado como Tennessee Whiskey, devido ao processo de destilação diferenciado.

Nesse processo usa-se milho, centeio, malte de cevada e água isenta de ferro como ingredientes na sua fabricação. Diferencia-se pelo seu cuidadoso e lento processo de elaboração, destilação e amadurecimento, aliado ao clima do Tennessee. Com grandes diferenças de temperatura entre inverno e verão, o processo de amadurecimento no Tennessee garante uma grande interação entre o uísque e o barril, conferindo ao Jack Daniel’s sabor e cor mais amadeirados. Não é envelhecido já que este processo se refere ao tempo que o whiskey fica dentro do barril de carvalho. No caso de Jack Daniel’s o whiskey é amadurecido.

Jack Daniel’s é lentamente suavizado através de um proceso chamado “charcoal mellowing“. Este processo consiste na passagem do whiskey por uma camada de três metros de carvão de madeira.

O líquido precioso é amadurecido em barris de carvalho branco. Estes barris são novos e são utilizados para amadurecer Jack uma única vez. A experimentação, não o envelhecimento, determina quando o whiskey atingiu a qualidade, o sabor e a cor que se está acostumado a apreciar em Jack Daniel’s.

O whiskey recebeu numerosas medalhas de ouro em exposições ao redor do mundo, começando com a Exposição Mundial de St. Louis, em 1904. Em cada garrafa de Jack Daniel’s em seu rótulo há uma lista das principais medalhas de ouro conquistadas.

O processo de destilação

O processo envolve gotejar lentamente o uísque novo através de recipientes gigantescos contendo três metros de carvão de bordo bem compactado. Este processo leva dez dias e durante esse tempo o uísque absorve a essência do carvão, refinando a bebida. A água utilizada no processo vem de um poço que fica ao lado da destilaria, casa original de Jack Daniel.

Enquanto o uísque amadurece, os barris de carvalho “respiram”. Por causa deste fenômeno, algo em torno de dez por cento do volume de álcool será perdido por evaporação no primeiro ano. A evaporação continua durante os anos seguintes a uma taxa de cinco por cento por barril. Um bom uísque provavelmente perde trinta por cento de seu volume original até ficar pronto para o engarrafamento.

A água

No poço ao dalo da casa são retirados 3200 litros de água por minuto o ano todo, à temperatura constante de 13°C. É por isso que a destilaria originalmente foi feita no local e é por esse fato também que ela permanece ali. Do lado de fora da caverna, há uma estátua de Jack Daniel, identica à que está ao lado de seu túmulo.

O número 7

O Old nº7 é registrado pela Jack Daniels. Existem várias explicações para ele estar no rótulo até hoje. Mas, duas são as que mais me convenceram. A primeira era que, quando ele participou dos campeonatos de bebidas de 1904 e 1905, era o sétimo inscrito e consagrou-se campeão nas duas vezes. Por isso, como as pessoas perguntavam pelo senhor do barril número sete, ele resolveu inserir o número 7 no rótulo. A outra é que ele tinha uma namorada diferente para cada dia na semana, por isso era chamado de “O velho das sete mulheres”. Acho que por esse motivo nunca casou.

FONTES: Times, Wikipédia e Manual do homem moderno

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: